Avaliar o progresso de um projeto e a eficácia operacional é essencial para garantir o sucesso de um negócio. Para verificar se uma tarefa ou meta está sendo cumprida de acordo com o planejamento, é preciso mensurar algumas variáveis, as quais chamamos de indicadores-chave de desempenho, ou Key Performance Indicators, os KPIs.

Um KPI, como o próprio nome já diz, serve para monitorar, analisar ou indicar a performance de determinado processo e, para tanto, precisa ser passível de tradução em números. Afinal, como indica a famosa máxima do mundo empresarial: aquilo que não pode ser medido em números também não pode ser bem administrado.

É exatamente por esse motivo que qualquer empresa séria trabalha com metas gerenciais, monitoramento e mensuração de resultados para manter o controle do seu próprio fluxo e progresso. Quando o assunto é segurança do trabalho, essa avaliação também é essencial. Quer saber por quê, além de aprender mais sobre os KPIs e descobrir quais são os principais indicadores de segurança do trabalho? Então, continue a leitura!

O que são os KPIs?

O KPI é uma ferramenta utilizada para acompanhamento, avaliação e correção do desempenho de setores específicos da empresa, os quais podem afetar sobremaneira o crescimento de um negócio.

No que se refere à segurança do trabalho, os KPIs provisionam os gestores de dados que podem ajudar a evitar problemas como afastamentos não programados, rotatividade elevada de pessoal, acidentes de trabalho, doenças relacionadas ao ambiente laboral, entre outros.

Existem diversos indicadores utilizados para melhorar a segurança do trabalho em uma empresa e, ao longo deste artigo, apresentaremos os principais.

Por que utilizar os KPIs para garantir a segurança do trabalho?

A principal finalidade da adoção dos indicadores-chave de performance na segurança do trabalho é obter métricas precisas sobre a saúde e os riscos laborais que afetam tanto a organização como os seus colaboradores. A atenção a esses dados colabora para aprimorar o nível de excelência do ambiente de trabalho.

Se em uma empresa a ocorrência de acidentes é frequente, pode-se deduzir que o sistema de segurança precisa de ajustes e melhorias. Mas se, por outro lado, os acidentes são raros ou não acontecem, é um indício de que a organização está próxima do ideal esperado.

O acompanhamento das métricas pode ser feito pelo departamento de segurança e de saúde do trabalho da empresa ou em parceria com o setor de recursos humanos ou, ainda, por uma equipe reunida para monitorar os KPIs determinados pelos gestores. Mais à frente, veremos quais são principais indicadores de segurança do trabalho.

Quais são os principais indicadores de segurança do trabalho?

Existe uma infinidade de KPIs que podem ser utilizados em uma empresa, sempre de acordo com o processo que deve ser monitorado. Dessa forma, definir aqueles considerados ideais para a segurança do trabalho não é uma tarefa simples. Afinal, tais indicadores estão sempre se adaptando e se remodelando para que possam fornecer as métricas mais úteis possíveis.

Para este artigo, selecionamos as métricas que podem ser consideradas algumas das mais importantes para a segurança do trabalho. Veja quais são elas:

Número de acidentes de trabalho

A quantidade de acidentes de trabalho ocorridos na empresa em um determinado período (mensal, semestral, anual etc.) é um dos indicadores mais importantes para a segurança do trabalho. Ele deve servir de base para o desenvolvimento de medidas que minimizem ou, de preferência, eliminem os acidentes.

Para que o indicador seja utilizado com eficácia, ele deve ser combinado com outros, como os ativos, que são usados para evitar riscos e acidentes, e os reativos, que apontam quando e em que condições os acidentes acontecem.

Quantidade de horas trabalhadas sem afastamentos por acidentes

Esses afastamentos são as situações em que o colaborador passar 15 dias ou mais ausente de suas funções laborais em virtude de um acidente de trabalho. Essas faltas comprometem o fluxo operacional da empresa e também o clima organizacional.

Isso é prejudicial pelo fato de os funcionários e o aparato produtivo serem a base da lucratividade de qualquer empresa, além, é claro, da sua eficiência e imagem no mercado.

A quantidade de horas trabalhadas sem afastamentos por acidentes é, portanto, um importante KPI que afeta diretamente as horas produtivas em uma organização (que também são consideradas como outro indicador).

Powered by Rock Convert

Índice de produtividade dos colaboradores

Em uma equipe, cada colaborador desempenha um papel que é importante para que os resultados sejam viáveis. Por isso, se algum membro é afastado por motivo de saúde ou acidente, a tendência é que os projetos se atrasem e a produtividade caia. Além disso, há também os prejuízos advindos da necessidade de se pagar um substituto e dos custos do auxílio-doença. Desse modo, acompanhar esse KPI reduz gastos inesperados e mantém o orçamento da empresa sob controle.

Número de doenças relacionadas à atividade laboral

Esse KPI é diretamente ligado à área médica. Afinal, a mensuração de enfermidades que comprometem a saúde mental e física dos colaboradores é um dado muito importante a ser analisado, pois pode apontar áreas de riscos, surtos, epidemias e ameaças, que podem ser nocivos aos funcionários.

Frequência de inspeções

O departamento de segurança do trabalho deve realizar inspeções periódicas para fiscalizar o uso dos equipamentos de proteção individual (os chamados EPIs) e a conformidade da utilização de acordo com as normas regulamentadoras nacionais. As inspeções também devem verificar e identificar qualquer tipo de incidente ou riscos na empresa.

Recorrência de encontros da CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é composta pelas pessoas incumbidas da monitoração e do aprimoramento dos níveis de segurança do trabalho em uma organização. Por isso, se as reuniões feitas por essa comissão não tiverem uma regularidade definida, de acordo com o que exige a legislação trabalhista, a empresa estará mais suscetível a multas penalizadoras e de riscos no ambiente laboral.

Agora que você já sabe quais são os mais importantes indicadores de segurança do trabalho e a importância de implementá-los na sua organização, lembre-se de que o fundamental é escolher os KPIs ideais para sua empresa, o que pode até não representar uma grande quantidade deles.

Ainda tem alguma dúvida sobre algum dos indicadores de segurança de trabalho? Deixe seu comentário!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert