Fundamentais para a segurança do trabalho em locais onde há riscos ocupacionais, os Equipamentos de Proteção Individual — EPIs — são acessórios os quais todo empregador precisa disponibilizar para os colaboradores. Entre esses equipamentos, vale destacar os óculos de proteção, pois, são a partir deles que se realiza a segurança de um dos órgãos mais sensíveis do corpo: os olhos.

Presente em várias atividades industriais, os riscos para com os olhos do trabalhador jamais devem ser negligenciados, isso porque as consequências podem ser permanentes na visão humana. Contudo, mesmo sendo um EPI bastante conhecido, muita gente ainda não entende a sua real importância, bem como especificá-lo corretamente. 

Sendo assim, confira abaixo a relevância do uso do óculos de proteção e veja também quais são os parâmetros para serem avaliados na hora de comprar um.

Qual a importância do uso do óculos de proteção

É inimaginável um colaborador que atua em um canteiro de obras, por exemplo, desempenhar as suas tarefas diárias sem a utilização de um óculos de proteção. 

Por isso, a utilização desse EPI na indústria é extremamente importante para:

  • eliminar/controlar riscos biológicos, principalmente para colaboradores que atuam em contato direto com resíduos orgânicos e outros materiais contaminantes;
  • eliminar/controlar riscos químicos, protegendo o colaborador contra fluidos corrosivos e fumaças que causam a irritação do olho em geral;
  • eliminar/controlar riscos físicos, os quais são mais comuns na indústria, encontrados basicamente em ambientes onde é normal haver lançamentos repentinos de pequenas partículas, representando assim perigo de cortes e perfurações. 

Quais os tipos de óculos de proteção 

Se há riscos distintos, não faz sentido utilizar óculos iguais. Nesse contexto, atualmente há diversos modelos de óculos disponíveis no mercado, sendo que cada um tem a sua aplicação específica.

Óculos de proteção contra impacto

Por se tratar de um EPI que visa controlar o risco que mais é encontrado no meio industrial (físico), os óculos de proteção contra impacto são os mais conhecidos entre os colaboradores. 

Caracterizado essencialmente por ter um par de lentes com elevada resistência mecânica (para suportar impactos de partículas perfurantes e objetos que riscam), esse óculos pode ser comercializado com lentes transparentes, escuras e até com proteção na parte lateral.

É um modelo muito simples, entretanto, muito funcional e largamente utilizado na indústria (siderúrgica, da construção civil, alimentícia, automobilística etc.).

Óculos de proteção contra risco biológico

Já esse tipo de óculos é mais aplicado pelos colaboradores da área da saúde, e não necessita de lentes de elevada resistência. Em vista disso, suas lentes são mais finas, visando apenas a proteção do profissional contra resíduos biológicos em geral (principalmente fluidos corporais). 

A sua utilização é comum em hospitais, na indústria farmacêutica e em consultórios odontológicos. 

Óculos de proteção contra risco químico

Encontrado com menor frequência, os óculos de proteção contra risco químico são conhecidos pelas lentes antiembaçantes, capazes de realizarem uma boa vedação de toda a região ocular.

Controlando os riscos oriundos de produtos químicos nocivos, esse modelo é mais utilizado em laboratórios de pesquisa, na indústria farmacêutica e em outros segmentos que contam com o manuseio de fluidos químicos.

Quais dicas para escolher o óculos de proteção ideal 

Além de garantir a compra e certificar que todos os colaboradores da empresa estão utilizando os óculos, é fundamental também o setor de segurança do trabalho disponibilizar equipamentos de qualidade, que sejam aplicados de uma maneira satisfatoriamente confortável.

Desse modo, considerando esses fatores, confira abaixo algumas dicas relevantes na hora de escolher os óculos de proteção ideal.

Observe o estado de conservação das lentes

Lentes danificadas (seja por manchas, seja por pequenas rachaduras) são inadmissíveis para o uso. Isso porque nessa ocasião a proteção é enganosa, já que o campo de visão do colaborador pode ser afetado pelas manchas, e a resistência mecânica das lentes comprometida pelas rachaduras.

Veja o encaixe no rosto

Por mais simples que essa dica possa aparentar ser, ela é muito importante, uma vez que ela envolve o conforto do colaborador. Há vários casos na indústria em que infelizmente as pessoas deixam de utilizar o EPI devido aos desconfortos (o que mesmo assim é expressamente um erro) causados pela má escolha dos equipamentos. 

Dessa forma, é imprescindível que os óculos fiquem firmes no rosto do colaborador e alcancem um encaixe confortável.

Tenha a certeza da qualidade do produto adquirido 

Da mesma forma que a não utilização de EPIs representa uma elevada chance de ocorrência de acidentes de trabalho, o uso de equipamentos de proteção de má qualidade também eleva as possibilidades de acidentes na indústria. 

Em vista disso, para realmente garantir que todos os colaboradores estejam seguros ao utilizar os EPIs, é crucial que os equipamentos sejam de excelente qualidade, caso contrário, a proteção é enganosa.

Esteja atento aos modelos na hora de comprar

Por haver vários modelos de óculos, cada um destinado para riscos específicos, é interessante que o setor de segurança do trabalho saiba reconhecer quais são os riscos ocupacionais presentes na empresa, para que assim o tipo de óculos correto seja adquirido.

Onde comprar óculos de proteção de qualidade

Fornecedora de Equipamentos de Proteção Individual há mais de 20 anos, a Contuflex é uma empresa referência no setor de segurança do trabalho. Contando com 4 lojas no estado de São Paulo, cabe enfatizar que a empresa trabalha com uma linha completa de EPIs, oferecendo proteção para o colaborador seja qual for o risco ocupacional.

Portanto, após ler sobre quais os parâmetros devem ser avaliados na hora de escolher os óculos de proteção, fica mais simples de entender o quão importante essa definição representa para a saúde do colaborador. 

É preciso ressaltar ainda que Equipamentos de Proteção Individual como os óculos de proteção jamais devem ser classificados como uma despesa ou custo desnecessário. A forma correta de identificá-los é os associando a uma espécie de investimento, já que reduzem as chances de ocorrer acidentes de trabalho e asseguram a saúde visual dos colaboradores. 

Está precisando de EPIs para a sua empresa? Conheça os serviços da Contuflex no nosso site e confira todas as soluções em segurança do trabalho que podemos oferecer.

Powered by Rock Convert