Não é segredo para ninguém que os riscos envolvidos em um posto de revenda de combustível são consideráveis. Trabalhadores e clientes estão expostos o tempo todo, por isso, a empresa deve se resguardar para que o manuseio de combustíveis ocorra com segurança. 

Devido à importância desse tema e à necessidade de implantar medidas de segurança que garantam a integridade física desses trabalhadores e clientes, listamos os cuidados que não podem faltar em postos de combustíveis. Confira!

Riscos presentes em postos de combustíveis

Trabalhar em um posto de revenda de combustíveis envolve sérios riscos, como exposição a produtos químicos, incêndios, contaminação de substâncias tóxicas, explosão, dentre outros. 

É preciso que os combustíveis sejam manuseados de forma correta e que o trabalhador siga a NR-20, que é a norma regulamentadora que estabelece os requisitos mínimos para o manejo desses materiais.

Outros riscos presentes nesses locais são:

  • impactos em bombas e vazamentos;
  • riscos nas operações de descarga de combustível;
  • riscos ambientais tanto no solo quanto nas operações de transporte dos combustíveis.

Um dos riscos mais comuns está presente durante o abastecimento, em que são exalados vapores que podem ser inalados, principalmente pelo frentista. Sem contar que a utilização de aparelhos que causam faísca — como cigarro e celular — pode iniciar incêndios e explosões.

Outro risco comum é o contato direto com o combustível que, dentre outros agravantes, tem substâncias tóxicas, como o benzeno, que são altamente perigosas e cancerígenas.

Os trabalhadores desses locais devem ter qualificação para utilizar esses materiais e conhecer os requisitos de segurança estabelecidos pela NR-20. Inclusive, é obrigação da empresa capacitar os funcionários e exigir o uso de EPIs — calçados de segurança, máscaras, óculos, luvas etc.

7 cuidados com o manuseio de combustíveis

Para garantir a segurança dos funcionários de postos de combustíveis, é preciso tomar alguns cuidados que auxiliam na prevenção de acidentes. Conheça alguns deles.

1. Fazer inspeções de segurança

A NR-20 determina que as instalações devem ser eventualmente inspecionadas. As classes estipuladas na norma são: I, II e III para extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de líquidos combustíveis, presentes no item 20.9.1. O foco das inspeções deve ser a saúde e a segurança no ambiente de trabalho.

Isso significa que essas inspeções são obrigatórias e devem estar disponíveis paras as autoridades e os trabalhadores. Elas devem ser documentadas e conter as recomendações implementadas. Além disso, devem apresentar os responsáveis pela execução e os prazos de implementação.

2. Seguir as Normas Regulamentadoras

A NR-20 apresenta os requisitos mínimos de segurança para o manuseio de combustíveis, visando à saúde e à integridade dos trabalhadores. Por isso, seguir a norma regulamentadora é fundamental contra os riscos de acidentes e outros, como problemas respiratórios, danos à pele e contaminação. 

A empresa deve estar atualizada quanto às mudanças e atualizações das normas regulamentadoras relativas às medidas preventivas. É o caso não só da NR-20, mas também da NR-6, que regulamenta o uso do EPC e do EPI.

3. Analisar o risco de contaminação ambiental

Outro ponto importante se refere ao alto risco para o ambiente. Ao instalar um posto de revenda de combustível, é preciso que haja uma avaliação minuciosa dos riscos de vazamento e derramamento de combustível. 

Esses acidentes podem levar a graves danos. Por esse motivo, nas inspeções de segurança no posto de gasolina, deve ser realizada também a avaliação de contaminadores de ambientes e de passivos. 

4. Alertar clientes e funcionários

A presença de placas sinalizadoras são obrigatórias para alertar clientes e funcionários sobre os riscos no local. Avisos de “é proibido o uso de celular” e “é proibido fumar” devem estar disponíveis em locais com boa visibilidade. 

A intenção é que não só os trabalhadores e os clientes visualizem os avisos, mas todos aqueles que desconhecem as normas de segurança. Desse modo, é possível garantir a prevenção de acidentes, como incêndios e explosões.

5. Utilizar EPIs e EPCs

O contato direto com combustíveis pode ter consequências graves à saúde do trabalhador se não forem seguidas as determinações de manuseio de combustíveis. Uma delas é o uso correto de EPIs, que visam à segurança e à saúde dos trabalhadores. Por essa razão, eles são fundamentais na rotina dessas pessoas.

A empresa deve fornecer os equipamentos de segurança individuais obrigatórios (luvas, creme protetor, macacão, avental, botas, óculos de proteção, dentre outros) e os coletivos (kit de primeiros socorros, placas com sinalização de segurança, extintores de incêndio etc).

Os EPIs e EPCs devem estar em perfeitas condições e dentro do prazo de validade. Segundo estabelece o item 6.9.3 da NR-6, todo EPI deve apresentar:

  • número do CA;
  • lote de fabricação; e
  • nome comercial da empresa que o fabrica — seja nacional, seja importada.

6. Treinar os funcionários

Todo posto de gasolina deve aplicar o treinamento da NR-20 com o objetivo de evitar acidentes e servir como fonte de informação a respeito dos riscos para o trabalhador, como medidas de prevenção. 

Os treinamentos da NR-20 devem englobar todos os colaboradores envolvidos no manuseio de combustíveis e afins. Frentistas, trocadores de óleo, lavadores e, até mesmo, o pessoal da manutenção devem conhecer os requisitos práticos e teóricos do trabalho com inflamáveis. 

Além de treinar, é preciso acompanhar todos os dias o cumprimento das normas. Uma boa ideia é selecionar um profissional para ficar encarregado dessa fiscalização. 

Por fim, deve-se também acompanhar as mudanças e atualizações das normas, principalmente das que estabelecem medidas de prevenção para as atividades realizadas nessa área. 

7. Proteger a saúde dos trabalhadores

As pessoas que trabalham com manuseio de combustíveis — principalmente os frentistas — estão em constante contato com respingos de combustíveis e vapores.

Por esse motivo, além do uso de equipamentos de segurança, os funcionários devem fazer checagens periódicas de saúde. Alguns exames, como contagem de plaquetas, para avaliar a exposição ao benzeno, hemograma completo e outros que o médico do trabalho julgar necessários, devem estar em dia.

Agora que você conheceu os cuidados com manuseio de combustíveis, já pode entrar em contato conosco e verificar as opções de equipamento de segurança individual que oferecemos.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert