Equipamentos de Proteção Individual, ou EPIs, como são mais conhecidos no setor de segurança e saúde no trabalho, são essenciais para proteger e garantir a integridade dos funcionários de possíveis acidentes no ambiente laboral.

Muito se fala em EPIs de alta durabilidade, como capacetes, luvas, calçados e óculos de proteção, mas também existem equipamentos descartáveis, e a sua utilização é valiosa dentro de empresas dos mais variados segmentos.

No artigo de hoje, mostraremos o que são e qual a importância de EPIs descartáveis, quais são os mais utilizados e em que setores são indispensáveis. Continue a leitura do conteúdo para conferir!

O que é um Equipamento de Proteção Individual (EPI)?

Materiais que têm o seu uso destinado à proteção da saúde e integridade física de um trabalhador são considerados como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Mas, para que que estejam de acordo com as necessidades de uma atividade laboral, precisam cumprir com as exigências das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho.

Também conhecidas pela sigla NR, elas foram criadas para ajudar a reduzir ou eliminar os perigos diários aos quais os trabalhadores estão expostos.

A empresa, como um local de trabalho idôneo, precisa cumprir com essas regras e disponibilizar todo o material necessário para proteger os seus funcionários, incluindo treinamento, capacitações e EPIs descartáveis.

Quais pessoas precisam utilizar EPIs?

Trabalhadores de variadas áreas laboratoriais, trabalhadores do setor de construção civil, empregados de indústrias e todo tipo de função que lide com eletricidade; agentes químicos; poeira; calor ou frio excessivos; equipamentos e maquinários pesados, cortantes e pontiagudos têm a obrigação de utilizar Equipamentos de Proteção Individual como luvas, respiradores, macacões, óculos, máscaras e protetores faciais, entre outros.

Quais são as melhores práticas, cuidados e observações relacionadas à implementação de EPIs?

  • Os EPIs são um direito de todo trabalhador, segundo a Norma Regulamentadora de número 6;

  • ainda segundo a NR 6, todo EPI deve ter o Certificado de Aprovação (CA) do Ministério do Trabalho e Emprego, garantindo que passou por testes para ter sua eficiência legalmente comprovada;

  • antes de implementá-lo na empresa, é preciso verificar se o EPI em questão atende à Norma Regulamentadora 6;

  • ao adquirir um Equipamento de Proteção Individual, é preciso especificar a sua necessidade no Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho e Emprego;

  • a instituição é obrigada a fornecer, gratuitamente, a todos os seus empregados, os EPIs adequados de acordo com o risco ao qual eles estão expostos, em perfeito estado de funcionamento e conservação.

Qual é a importância de EPIs descartáveis?

Como dissemos, EPIs de boa qualidade e em estado adequado para utilização são ferramentas importantíssimas. Entretanto, para garantir a integridade física e a saúde dos trabalhadores, nem todos os equipamentos podem ser simplesmente higienizados e voltar para circulação dentro da empresa.

Estamos nos referindo aos EPIs descartáveis. São peças que devem ser oferecidas, sem custos, aos funcionários e descartadas ao fim de uma determinada atividade ou número de utilizações.

Por exemplo, toucas em TNT ou rede têm o intuito de proteger o empregado de enroscar o cabelo ou tê-lo sugado por algum maquinário, provocando um acidente de trabalho gravíssimo. Além disso, elas também servem para proteger o produto ou a área manipulada.

Cada equipamento tem a sua importância de acordo com o ambiente em que está inserido, e, por isso, os empregadores precisam saber priorizar a escolha de cada EPI, mediante as necessidades do trabalho desenvolvido. O que queremos dizer é que, quando se fala sobre Equipamentos de Proteção Individual descartáveis, a empresa tem a obrigação de providenciar produtos de qualidade.

Quais são os EPIs descartáveis mais utilizados?

No ato da compra desses equipamentos, não considere somente o preço, mas também a qualidade. Pensar em economizar com esse tipo de material é um grande equívoco, já que é a vida de trabalhadores que está em risco. Além disso, equipamentos de qualidade têm durabilidade maior e acabam tendo um custo/benefício mais alto.

Dentre os Equipamentos de Proteção Individual descartáveis mais comuns, podemos citar:

Luvas

Oferecendo proteção contra riscos químicos, físicos e até mesmo biológicos, as luvas são comumente utilizadas quando há risco de contato direto com produtos e agentes químicos ou quando é necessário ter contato com mucosas, lesões e outras áreas sensíveis no corpo humano.

Servem para que o contato com um ferimento não cause contaminação, além de proteger o profissional que está fazendo o atendimento de ser contaminado. Elas também evitam o contágio de produtos manipulados, garantindo a sua qualidade.

Podem ser utilizadas pelo setor de enfermagem, laboratórios, hospitais, consultórios veterinários, no setor alimentício, indústrias, entre outros.

Máscaras e respiradores

Servem para proteger o profissional de contaminações do ambiente de trabalho ou para evitar que secreções respiratórias se propaguem pelo ar, contaminando outras pessoas, equipamentos ou produtos. De fato, as máscaras descartáveis são EPIs de grande importância.

Enquanto isso, os respiradores são utilizados para proteger as vias respiratórias do indivíduo em localidades em que o ar está contaminado por névoas ou fumos metálicos, poeiras, substâncias químicas ou materiais biológicos.

Tanto as máscaras quanto os respiradores descartáveis são comumente utilizados em hospitais, clínicas, laboratórios e indústrias, entre muitos segmentos.

Propé ou sapatilhas

Destinadas ao uso em espaços especiais ou restritos, as sapatilhas servem para evitar a contaminação do ambiente com substâncias externas, como sujeira impregnada nos calçados, bactérias, entre outros.

São muito utilizadas em hospitais, principalmente durante procedimentos cirúrgicos, mas também é comum encontrá-las em cozinhas industriais, clínicas e todo o tipo de local que exige um rígido controle sobre a higienização.

Macacões

Para finalizarmos o artigo sobre a importância de EPIs descartáveis, vale a pena falar sobre os macacões, já que muitas pessoas não sabem que esses produtos também podem (e precisam) ser descartados.

Destinados aos profissionais de áreas técnicas de pintura e manutenção, como pintura automotiva ou serviços de limpeza em geral, os macacões servem para proteger os trabalhadores de terem contato direto com substâncias e agentes perigosos para a pele. Também são utilizados em laboratórios em atividades como coleta de materiais químicos.

Apesar de terem maior durabilidade do que os demais EPIs citados, após um determinado número de utilizações, precisam ser descartados adequadamente. Jamais tente higienizar e reutilizar esses equipamentos!

Quer saber mais sobre Equipamentos de Proteção Individual descartáveis? Então entre em contato com a gente!